3 maneiras como a Equinix promove a liderança feminina e celebra o Dia Internacional da Mulher

A ação coletiva promove a igualdade entre gêneros

Tejaswini Tilak

Há mais de 110 anos, o Dia Internacional da Mulher (IWD, na sigla em inglês) é comemorado todos os anos no dia 8 de março. O tema para este ano é #EachforEqual, que trata do “Individualismo Coletivo”. É a ideia de que somos todos partes de um todo, e coletivamente as nossas ações, conversas e mentalidades individuais podem fazer a mudança acontecer.

Isto me lembra uma das minhas citações favoritas de Liza Talusan que é “Quando não incluímos ativamente, excluímos ativamente.”[i] Eu gosto muito desta citação porque, para mim, reforça duas coisas. Primeiro, para criar uma cultura de diversidade, inclusão e pertencimento é necessário ação, não apenas palavras. Não é algo que vá simplesmente acontecer ou que outra pessoa vá resolver. Isso exige que estejamos atentos e conscientes de nossos pensamentos e ações. Em segundo lugar, estas são ações que cada um de nós pode tomar. Muitas vezes as pessoas sentem que não podem causar impacto sozinhas, a proverbial gota no oceano. Elas podem pensar “que diferença fará se eu convidar uma pessoa para esta reunião ou almoço ou se eu tentar fazer com que a voz de outra pessoa seja ouvida?” Mas, na realidade, isso importa muito porque, quando muitas pessoas dão pequenos passos, isso se torna um grande impacto.

 

Saiba mais sobre diversidade, inclusão e pertencimento na Equinix

Na Equinix, Diversidade, Inclusão e Pertenimento (DIB, na sigla em inglês) é uma prioridade. Este ano, lançamos uma nova iniciativa liderada pelo CEO, com base no trabalho fundamental que já estava ocorrendo em toda a organização.

Saiba mais
women-hands-teamwork
Criar uma cultura de diversidade, inclusão e pertencimento requer ação, não apenas palavras.

3 maneiras como a Equinix promove a liderança feminina

Igualdade não é convergir para a semelhança – ou seja, todas as pessoas se vestem da mesma maneira, falam da mesma maneira, etc. Em vez disso, trata-se de ter igual acesso a oportunidades, independentemente de aparência, gênero, origem, orientação sexual, religião, etc. Trata-se de aproveitar a riqueza da diversidade de perspectivas, com as quais todos nós contribuímos, para encontrar melhores soluções em conjunto, sermos mais inovadores e ter um ambiente onde cada pessoa possa prosperar. Sinto orgulho de fazer parte de uma organização que vai além de falar da boca para fora sobre diversidade em geral e sobre paridade de gênero, em particular, quando se trata de promover e fomentar a igualdade de acesso às oportunidades para nossas líderes mulheres.

  1. Liderança e apoio desde o topo: Antes de mais nada, a nossa equipe de liderança está empenhada na causa e isso faz uma enorme diferença. Charles Meyers uniu-se a várias centenas de CEOs para assumir o compromisso de construir locais de trabalho mais inclusivos através do CEO ACT!ON for Diversity & InclusionTM. A Equinix também faz parte do Paradigm for Parity®, uma aliança de líderes seniores comprometidos em lidar com a diferença de gênero na liderança corporativa.[ii] E, como um “homem que entende”, Charles Meyers recebeu o Prêmio Watermark Bill Campbell 2020 por sua defesa e influência positiva sobre a vida profissional das mulheres.[iii] Além desses compromissos e reconhecimentos visíveis, há uma série de outras maneiras em que nossa equipe de liderança está ativamente engajada. Por exemplo:
  • Lançamos um grupo de trabalho multifuncional, e global, o Diversity, Inclusion & Belonging (DIB), liderado pelo Gabinete do CEO.
  • O Allies Council, um grupo de altos executivos que defende as comunidades sub-representadas na Equinix, duplicou de tamanho.
  • Em 2019, a Equinix Women Leaders Network (EWLN) patrocinou 137 eventos globalmente, incluindo 26 sessões com executivos da Equinix.

Duas mulheres, Sandra Rivera e Adaire Fox-Martin, recentemente se uniram ao nosso board de diretores, aumentando a representação feminina para quase um terço do Conselho.

1/3

Quase um terço do board de diretores da Equinix é formado por mulheres.

Diretor de Estratégia e Desenvolvimento da Equinix, Eric Schwartz, com a EWLN em Tóquio

Diretor de Estratégia e Desenvolvimento da Equinix, Eric Schwartz, com a EWLN em Tóquio[iv]

Diretor de Clientes e Receitas da Equinix, Karl Strohmeyer, com a EWLN em Hong Kong[v]

  1. Reconhecimento externo e visibilidade: #WomenAtEquinix estão ganhando mais reconhecimento e prêmios externos. Como essas mulheres são reconhecidas, elas se tornam um modelo fantástico para outras mulheres da empresa. Alguns exemplos recentes incluem:

Isso também vai além dos prêmios – a voz da Equinix está se tornando mais diversificada à medida que nossas líderes mulheres estão sendo cada vez mais vistas como líderes de pensamento e influenciadoras em eventos, escrevendo blogs, participando de painéis, etc. Por exemplo, apenas nos últimos meses:

3. Networking e capacitação: A EWLN foi fundada em 2011 com uma visão de promover a diversidade de gênero e desenvolver a liderança das mulheres, e cresceu organicamente, atingindo hoje todas as nossas funcionárias em todo o mundo. Em março de 2016, Ada Ho e eu nos voluntariamos para fundar um capítulo da EWLN para a Ásia-Pacífico (APAC), com o objetivo de conectar nossa comunidade de talentos femininos na região com nossas contrapartes globais e proporcionar uma experiência comunitária consistente e significativa, alinhada aos pilares centrais da EWLN, para promover, conectar e capacitar. No entanto, ao tentar escalonar em toda a região, uma das nossas principais aprendizagens foi que funciona melhor quando você localiza o conteúdo e tem líderes locais no terreno gerenciando as iniciativas e eventos. Assim, nosso foco mudou para, “como podemos permitir que os líderes locais realizem seus eventos com seu contexto local”, como fornecer intérpretes ao vivo quando nossos executivos palestram em eventos na região. Hoje temos três líderes de capítulo e mais de uma dúzia de embaixadoras da EWLN nos mercados da APAC, administrando programas locais para mais de 475 membros. Elas fazem parte da nossa crescente comunidade global de mais de 85 Embaixadoras da EWLN em 27 locais em todo o mundo.

Mais de 85

Embaixadoras lideram a nossa Equinix Women Leaders Network (EWLN) em 27 locais em todo o mundo. Todas as mulheres da Equinix estão convidadas a juntar-se à comunidade.

Sinto-me tão grata por ter a oportunidade de desempenhar um papel no avanço da nossa visão de igualdade de gênero e na criação de uma cultura inclusiva onde cada funcionário possa pensar: “estou protegido, faço parte dessa equipe e sou importante”. Este é um mantra tão poderoso e um chamado à ação para cada funcionário na Equinix. Nós podemos e fazemos a diferença e, através do poder da nossa ação colectiva, somos uma empresa que está ao serviço dos nossos clientes, colaboradores e comunidades.

Se há uma coisa que espero que as pessoas aprendam, é isso – “Sejam inspirados pelos nossos líderes, sejam inspirados uns pelos outros e sejam inspirados pelas oportunidades de aprender”.

Saiba mais sobre uma carreira na Equinix e nossas iniciativas de diversidade, inclusão e pertencimento.

Você também pode se interessar em ler o artigo “It’s time to close the gender gap for women in tech” do nosso CIO, Milind Wagle.

 

[i] Stonehill College, PRACTICING INCLUSION: Icebreakers and Team builders for diversity, citação atribuída a Liza A. Talusan Diretora de Assuntos Interculturais, julho de 2012.

[ii] CEO ACT!ON for Diversity & InclusionTM ; Paradigm for Parity®.

[iii] Watermark, Make Your Mark Award Criteria e Charles Meyers: Make Your Mark Award Winner Spotlight, Jan 2020.

[iv] @EquinixAPAC

[v] @EquinixAPAC

[vi] Watermark, Make Your Mark Award Criteria