Migrar para o Microsoft Azure nunca foi tão fácil

Oscar Cobles

Nos últimos anos na Equinix, vimos um grande número de empresas se perguntar se a cloud se encaixa em seus planos de transformação digital. No entanto, considerando os eventos atuais com a pandemia da COVID-19, a migração para cloud é uma necessidade para ampliar rapidamente os ambientes de TI para uma força de trabalho remota em constante crescimento. E agora que a cloud está capacitando a agilidade do cenário global de negócios digitais, é necessário fazer outras perguntas para migrar com sucesso para a cloud. Por exemplo, devo migrar meus servidores para a cloud como eles estão? Os servidores e aplicações na cloud estão otimizados para eficiência de custos? Como vou migrar meus dados?

Os principais provedores de cloud pública têm conhecimento tanto da crescente demanda quanto dessas e outras dúvidas que as empresas podem ter sobre a migração para a cloud. Para serem mais competitivas, elas devem criar mecanismos e ferramentas capazes de acelerar o processo de migração, bem como abordar as dúvidas que podem atrasar ou limitar a adoção da cloud de uma empresa. Nesta publicação, vamos explorar como você pode migrar com sucesso de um servidor VMware vCenter on premises para o Microsoft Azure, com uma solução sem agentes.

Baixe o data sheet do Equinix Cloud Exchange Fabric™

O Equinix Cloud Exchange Fabric™ (ECX Fabric™) conecta de forma direta, segura e dinâmica ecossistemas digitais e infraestruturas distribuídos geograficamente na Platforma Equinix®. Estabelece, sob demanda, conexões de rede de data center para data center entre dois locais do ECX Fabric em um mercado estratégico ou globalmente, por meio da Interconexão definida por software.

Baixe agora!
ecx-fabric

Migração rápida do VMware vCenter para o Microsoft Azure

O Microsoft Azure oferece várias ferramentas e serviços como Azure Migrate ou Azure Site Recovery (ASR) para realizar uma migração sem agentes e baseada em agentes do AWS EC2, máquinas virtuais VMware (VMs), VMs Hyper-V e servidores físicos.

O Azure Migrate possui diferentes métodos e ferramentas para acelerar a migração de aplicações/dados. Ele oferece um hub central para rastrear a descoberta, avaliação e migração de suas aplicações e cargas de trabalho on premises de servidores físicos e virtuais e outros VMs de cloud privados/públicos. O hub oferece ferramentas gratuitas internas do Azure Migrate para avaliação e migração, bem como ofertas de fornecedores de software independentes (ISV) de terceiros.

Abaixo, vamos passar por algumas etapas obrigatórias durante esta fase de transição para a cloud usando o Azure Migrate com os serviços de interconexão da Equinix.

Descoberta

A ferramenta de avaliação do servidor do Azure Migrate permite que você descubra todos os servidores-alvo que você precisa avaliar antes de migrar aplicações/cargas de trabalho para a cloud. Depois de criar um novo projeto de migração a partir do painel do Azure Migrate, siga estas etapas usando ao aplicação VMware VM dentro do Azure Migrate e você completará a fase de descoberta em apenas alguns minutos:

  1. Baixe um arquivo de modelo Open Virtualization Appliance (OVA) e importe-o para o vCenter Server
  2. Configure o aparelho e registre-o com o projeto do Azure para iniciar a descoberta contínua
  3. Após a descoberta, leva cerca de 15 minutos para que metadados de VMs descobertos apareçam no portal do Azure

Avaliação

Depois de completar a fase de descoberta, nenhuma outra instalação é necessária para executar uma avaliação. A partir do painel do Azure Migrate, você selecionará o grupo de VMs que deseja avaliar e, em seguida, especificará várias propriedades para personalizar a avaliação. Existem dois tipos de avaliações que você pode executar:

  • Baseada na performance:recomendações baseadas em dados de uso coletados
  • No estado em que se encontra on premises:recomendações baseadas no tamanho da VM on premises

Depois que a avaliação for realizada, você pode visualizar os resultados no painel. Você também pode baixar um arquivo Excel mais detalhado para mostrar os resultados da avaliação. A captura de tela abaixo ilustra como a avaliação atribui uma categoria de disponibilidade para cada VM e fornece uma estimativa de quais serão os custos mensais de computação e armazenamento após a migração.

O Azure Migrate possui diferentes métodos e ferramentas para acelerar a migração de aplicações/dados.

Configuração de rede

O aparelho de migração envia os dados coletados para o Azure Migrate Server Assessment e Azure Migrate Server Migration pela porta SSL 443. Embora o aparelho possa se conectar ao Microsoft Azure por meio da internet pública, recomendamos que as empresas migrem suas cargas de trabalho usando uma conexão direta e segura do Microsoft Azure ExpressRoute por meio do Equinix Cloud Exchange Fabric™ (ECX Fabric™). Essa interconexão definida por software fornece uma conexão privada, de baixa latência e alta largura de banda, ideal para levar grandes conjuntos de dados para o Microsoft Azure de forma mais rápida e segura que a internet pública.

Migração de aplicações

Depois de realizar a avaliação e configurar a rede, é hora de iniciar as tarefas de migração:

  1. Prepare o Azure Migrate: a partir do projeto de migração no painel do Azure, adicione uma nova ferramenta de migração e escolha a ferramenta Server Migration do Azure Migrate.
  2. Prepare o VMware vCenter: baixe o modelo OVA, instale o aparelho no VMware vCenter e faça as alterações necessárias nas VMs com base em seu sistema operacional antes da duplicação. A infraestrutura atual deve estar preparada para se conectar às VMs do Microsoft Azure antes da migração
  3. Duplique VMs: esta etapa configura a duplicação e começa a duplicar todas as VMs selecionadas para o armazenamento do Microsoft Azure.
  4. Migre as VMs: a partir do projeto do Azure Migrate, desligue as máquinas virtuais e realize uma migração planejada.

Recomendamos que as empresas migrem suas cargas de trabalho usando uma conexão direta e segura do Microsoft Azure ExpressRoute por meio do ECX Fabric.

Melhores práticas e recomendações de migração

Embora não seja necessário configurar o ECX Fabric e o Microsoft Azure ExpressRoute antes da avaliação, sugerimos fazer isso o mais rápido possível para fornecer os melhores controles de segurança possíveis durante toda a transição para a cloud.

Execute várias avaliações com condições diferentes, testando avaliações baseadas em performance e no estado em que se encontram, antes de tomar qualquer decisão de migração.

Como a coleta de dados de performance leva tempo para ter uma alta classificação de confiança, depois de configurar a descoberta, espere pelo menos um dia antes de executar uma avaliação baseada em performance.

Recomendamos usar a opção Test Migrate na fase de migração, pelo menos uma vez para cada máquina virtual, para garantir que tudo funcione como esperado.

Você pode entrar em contato com um Global Solutions Architect local para saber mais sobre como acelerar sua migração para a cloud. Também sugerimos que você leia o data sheet do ECX Fabric para saber mais sobre como migrar seus dados e cargas de trabalho de forma rápida e segura para o Microsoft Azure.

Execute várias avaliações com condições diferentes, testando avaliações baseadas em performance e no estado em que se encontram, antes de tomar qualquer decisão de migração.
Oscar Cobles
Oscar Cobles Global Solutions Architect