O crescimento da interconexão da América Latina lidera o mundo com um CAGR de 50%

O Global Interconnection Index Volume 4 prevê aumentos na troca de tráfego de dados em toda a região

Wellington Lordelo
Gustavo Garcia

O aumento da demanda por serviços de edge, conteúdo e conectividade last-mile para transportar volumes crescentes de dados está impulsionando o crescimento da capacidade de Velocidade de Interconexão nos negócios da América Latina (LATAM), de acordo com o quarto volume anual do Global Interconnection Index (GXI), estudo de mercado publicado pela Equinix. O GXI Vol. 4 monitora, mensura e projeta o crescimento da Velocidade de Interconexão[i]. Ele também revela como os líderes digitais estão aproveitando a interconexão – a troca de tráfego direta e privada entre os principais parceiros de negócios – para construir e interconectar a infraestrutura digital que cria um diferencial competitivo.

O GXI prevê que a América Latina liderará o mundo no crescimento da capacidade instalada de Velocidade de Interconexão em uma taxa composta de crescimento anual (CAGR) de 50% em cinco anos. Estima-se que as empresas latino-americanas contribuirão com 1.479 Terabits por segundo (Tbps), 9% da Velocidade de Interconexão do mundo até 2023 – um total de 16.300+ Tbps. Este crescimento na Velocidade de Interconexão da América Latina reflete um aumento constante na transformação digital, à medida que empresas regionais e multinacionais constroem infraestrutura digital que alavanca a interconexão direta e segura em toda a região

 

Crescimento da Velocidade de Interconexão na América Latina (Tbps) – 2019 – 2023

Porcentagem da capacidade de Velocidade de Interconexão global

GXI Vol.4

O GXI Vol. 4 acompanha as mudanças na economia digital e seus impactos nos negócios digitais. Explore como os líderes usam sua infraestrutura digital para impulsionar o crescimento, onde ele está acontecendo e como você pode usar a interconexão para se manter competitivo.

Saiba mais
Callout pic
50%

O GXI Vol. 4 acompanha as mudanças na economia digital e seus impactos nos negócios digitais. Explore como os líderes usam sua infraestrutura digital para impulsionar o crescimento, onde ele está acontecendo e como você pode usar a interconexão para se manter competitivo.

As tendências globais e a COVID-19 estão acelerando a adoção digital

Como muitas empresas ao redor do mundo, uma série de tendências globais está criando desafios maiores para as organizações da América Latina à medida que elas adotam a transformação digital. A convergência de negócios digitais, urbanização, cibersegurança, volume/conformidade de dados e ecossistemas de negócios tornam essencial que uma estratégia de interconexão esteja no centro da infraestrutura digital de uma empresa.

A pandemia COVID-19 também teve seu impacto na região. Uma pesquisa da Americas Market Intelligence e Echo Market Research com mais de 2.000 consumidores no Brasil, México e Colômbia no início de junho de 2020 pinta um quadro vívido de sentimento ao final de uma quarentena de quase três meses. De acordo com a pesquisa, “uma nova (e repentina) dependência da internet, para quase tudo, deixou os latino-americanos curiosos, ansiosos, frustrados e animados”. Isso se deve principalmente à largura de banda insuficiente para a conectividade com a Internet. Mas essas limitações não estão impedindo os consumidores de comprar online – de acordo com a pesquisa, a participação do comércio eletrônico da América Latina no gasto total de varejo cresceu mais nos últimos três meses de quarentena do que nos últimos três anos.

Este aumento nas compras online pode ser visto no crescimento da taxa de crescimento da Velocidade de Interconexão de Atacado e Varejo (43%), bem como a taxa de crescimento associada a Bancos e Seguradoras (41%) como resultado do aumento dos pagamentos online. As plataformas de varejo maiores também estão ajudando os comerciantes menores para dar-lhes um impulso durante a pandemia. Por exemplo, no Brasil, o eBay está permitindo que os comerciantes usem o marketplaces do eBay no Brasil gratuitamente.[iii]

Os Provedores de Serviços estão superando os negócios digitais tradicionais

Assim como os resultados globais do GXI, a pandemia está impulsionando um maior crescimento da interconexão nos Provedores de Serviços na América Latina. Conforme a demanda aumenta por serviços de edge, conteúdo e conectividade last-mile para transportar volumes crescentes de dados, os setores de Conteúdo e Mídias Digitais (62% CAGR), Serviços de Cloud e TI (51% CAGR) e Telecomunicações (50% CAGR) devem ser os maiores produtores de Velocidade de Interconexão. Na verdade, você sabia que que o setor de Conteúdo e Mídias Digitais deve ultrapassar o setor de Bancos e Seguradoras como o terceiro maior consumidor de Velocidade de Interconexão da região? Isso se deve ao aumento de provedores de conteúdo na região e ao alto consumo de entretenimento online, jogos e eventos esportivos pelos consumidores.

Além disso, o sistema de cabo submarino Malbec de 2.500 quilômetros, co-propriedade da GlobeNet e Facebook, tem landing points na Argentina e no Brasil para atender às demandas de acesso de alta velocidade na região para serviços em cloud, conteúdo de streaming e outras aplicações com intenso uso de largura de banda para Internet das coisas (IoT) e edge computing. O sistema de cabos submarinos Malbec oferece conectividade contínua entre o Cone Sul da América do Sul, Brasil e Estados Unidos, dobrando a capacidade internacional atual para a Argentina. Esta nova infraestrutura permitirá um acesso muito mais rápido a conteúdo de mídia social, streaming e serviços em cloud em toda a região.

Você sabia que que o setor de Conteúdo e Mídias Digitais deve ultrapassar o setor de Bancos e Seguradoras como o terceiro maior consumidor de Velocidade de Interconexão da região?

Novos líderes da indústria estão aumentando sua interconexão com serviços digitais

A Velocidade de Interconexão do setor de Saúde e Ciências da Vida está projetada para aumentar a um CAGR de 60% entre 2019 e 2023. Com a telemedicina em alta na América Latina durante a pandemia, mais provedores precisarão se conectar e trocar dados entre hospitais, pacientes e seguradoras. E, como a telemedicina exige que os pacientes façam pagamentos online, também haverá um aumento na troca de dados entre provedores e empresas de pagamento digital.

 

Os líderes digitais estão dando os próximos passos em sua transformação digital

O GXI Vol. 4 mostra como os líderes estão implantando, estendendo e aprimorando sua infraestrutura digital para estarem preparados para o futuro e fornece às empresas insights importantes sobre as próximas etapas da transformação digital. Alguns dos líderes digitais da América Latina na Platform Equinix® incluem:

  • Megatelecom, uma empresa brasileira de telecomunicações que construiu sua vantagem digital ao lado dos maiores ecossistemas da indústria e multiplicou seu volume de negócios em 10 vezes em três anos e aumentou a receita em 50%.
  • C3NTRO Telecom, uma operadora de telecomunicações sediada no México interconectou seus clientes aos principais provedores de cloud para executar suas cargas de trabalho com o melhor desempenho possível. A latência geral foi reduzida em mais de 50% em comparação com a internet pública, e o provisionamento automatizado, quase em tempo real, permitiu que a C3NTRO colocasse seus clientes em funcionamento mais rápido, com segurança, desempenho e confiabilidade aprimorados.

 

Para saber mais sobre como você pode comparar sua jornada digital com os líderes digitais de hoje e aumentar sua vantagem competitiva, leia o Global Interconnection Index Volume 4.

Você também pode gostar de ler:

Reinvente sua liderança, empodere sua infraestrutura de TI e crie vantagem digital

 

[i] A Velocidade de Interonexão é a capacidade total provisionada para trocar tráfego de forma privada e direta, com um conjunto diversificado de parceiros e provedores, em pontos de troca de TI distribuídos dentro de um data center de colocation neutro.

[ii] Podium, “Tech in Latin America: An entrepreneur’s guide to May’s startup news,”

60%

A Velocidade de Interconexão do setor de Saúde e Ciências da Vida está projetada para aumentar a um CAGR de 60% entre 2019 e 2023.

Wellington Lordelo
Wellington Lordelo Senior Manager, Segment Marketing
Gustavo Garcia
Gustavo Garcia Global Solutions Architect