Infraestrutura Digital pode melhorar a experiência do paciente?

Não basta adotar tecnologia se a sua infraestrutura não permite que o usuário sinta diferença no atendimento

João Batista
Infraestrutura Digital pode melhorar a experiência do paciente?

A resposta rápida para a pergunta do título é simples: sim. A pandemia de Covid-19 transformou o setor de Saúde, e isso não é surpresa ou novidade para ninguém. O novo modelo digital que precisou ser adotado pelo setor acelerou consideravelmente a transformação das áreas de tecnologia dentro dessa indústria. O que antes era apenas tendência – como a própria telemedicina – passou a ser prática diária.

De acordo com um relatório publicado pela ConsumerLab, editora de resultados de testes em produtos de saúde, bem-estar e nutrição, a previsão é de que, até 2026, sejam investidos US$ 7,5 bilhões na digitalização dos serviços relacionados à área¹, promovendo a geração de dados em larga escala e a necessidade de baixa latência para análise desses dados de forma ágil, melhora de performance das aplicações e experiência do usuário.

Inteligência artificial (IA), Big Data, Cloud Computing e Internet das Coisas (IoT), por exemplo, trazem inovação e representam alternativas de relativo baixo custo em comparação ao seu alto impacto. Tais ferramentas possibilitam, entre outras coisas, a evolução e a popularização de soluções de telemedicina, de aplicação de cirurgias robóticas e promoção da garantia de segurança sanitária. E como tudo que é tecnológico e remoto, todas essas tendências têm a mesma necessidade básica: conectividade.

Webinar: Saúde 4.0 — Sua infraestrutura digital está preparada?

Assista o webinar sob demanda e entenda como o United Health Group no Brasil e a Associação Congregação de Santa Catarina tiraram proveito da Plataforma Equinix para melhorar sua TI ao longo da pandemia.

Assista agora
healthcare

O servidor da clínica precisa se conectar rapidamente ao sistema de prontuário eletrônico e à plataforma de telemedicina, por exemplo, que, por sua vez, precisa estar disponível ao paciente via internet de modo a oferecer a melhor experiência possível de atendimento. Tudo para evitar problemas como lentidão no acesso ao prontuário eletrônico; travamento em consultas, prejudicando a comunicação fluída com o paciente; intermitência na comunicação em cirurgias remotas, o que gera risco ao paciente. Essa conectividade deve ocorrer, idealmente, em um canal privado e exclusivo para garantir comunicação restrita a aplicações e/ou canais previamente autorizados, reduzindo os riscos aos quais estaria exposta pela utilização do tráfego pela internet pública

Conectividade vai além de uma boa conexão com a internet, é preciso uma estratégia de interconexão com todo o Ecossistema

Uma análise feita com nossos clientes em todo o mundo, publicada no estudo Global Interconnection Index Vol. 4, revela que, no setor de Saúde e Ciências da Vida, 63% das companhias se conectavam a operadoras, 26% com plataformas de IaaS e 18% se valem de parceiros de negócios para otimizar a comunicação entre aplicações.

Para estabelecer uma vantagem competitiva, é preciso investir em uma infraestrutura digital, distribuindo os dados em Hubs, adjacente aos provedores de cloud, conectando de forma privada a cadeia de parceiros, provedores de rede, segurança e TI, possibilitando uma otimização de performance na entrega dos serviços digitais, melhorando a experiência e interação dos pacientes com provedores de saúde.

Este tipo de ecossistema de saúde é projetado para inovar, colaborar e construir novos recursos e serviços digitais, com potencial de oferecer uma experiência personalizada e integrada aos consumidores, aumentar a produtividade do provedor, melhorar os resultados operacionais e a acessibilidade. A utilização de uma Plataforma como a Equinix, com um grande ecossistema interconectado é a chave para acelerar as estratégias de transformação digital do mercado de saúde.

Conheça a história de quem fez isso na prática

 Neste artigo nós exploramos o básico da Infraestrutura Digital e como ela pode melhorar a experiência dos usuários internos e dos pacientes, mas, caso você queira se aprofundar mais no tema, temos o webinar Saúde 4.0: Sua infraestrutura Digital está preparada? sob demanda para que você possa assistir. Vale a pena conferir o conteúdo, que inclui os casos de sucesso do United Health Group no Brasil e da Associação Congregação de Santa Catarina, que tiraram proveito desses conceitos ao longo da pandemia.

 

[1] Saúde 4.0 e as transformações no setor médico. Saúde Business, 24 de outubro de 2019.

63%

das companhias de Healthcare se conectam a operadoras de telecomunicações

João Batista
João Batista Senior Solution Marketing Analyst at Equinix in Brazil