LGBTQ+ na Equinix: Traçando nossa jornada um passo a passo

Karl Strohmeyer
Emma Hayden
LGBTQ+ na Equinix: Traçando nossa jornada um passo a passo

Quando entramos em junho, amplamente reconhecido como “Mês do Orgulho”, tenho refletido muito sobre o poder da palavra ORGULHO … abertura, ousadia, vibração e celebração, sentimentos que a história negou às pessoas LGBTQ+ por séculos e, em muitos casos, ainda continua a negar. O Mês do Orgulho nos propõe uma pausa para considerar a jornada que percorremos, comemorar o progresso feito e nos preparar para o trabalho que ainda precisamos fazer.

Também tenho refletido bastante sobre a própria jornada da Equinix. Em 2019, lançamos a PrideConnect, uma rede de conexão de colaboradores da Equinix (EECN, sigla em inglês) com foco na criação de um espaço positivo e de apoio para o diálogo, a aprendizagem e a aliança para colaboradores LGBTQ+ e aliados. Nesses dois breves anos, crescemos de uma pequena rede de membros comprometidos para mais de 650 colaboradores dedicados à conexão, aprendizagem e comunidade.

​Quando me sugeriram a ideia de cofundar e servir como patrocinador executivo da nossa rede LGBTQ+ e aliados, eu a encarei com modéstia e surpresa. Embora eu tenha familiares e amigos próximos que fazem parte da comunidade LGBTQ+, os quais apoio em nível pessoal, não tinha certeza de como poderia contribuir com essa rede.

Foi graças a várias conversas instigantes com amigos próximos, familiares e colegas que percebi que poderia contribuir como aliado, dispondo-me a aprender sobre diferentes identidades, experiências e perspectivas e levando essa aprendizagem na forma como atuo dentro e fora da Equinix. Através dessa lente, tenho a honra de servir como patrocinador executivo da rede LGBTQ+ e aliados da Equinix e continuar com modéstia e orgulho o trabalho que esta incrível organização realizou em nossa visão de nos tornarmos um empregador global líder para a comunidade LGBTQ+.

Desde o início, traçamos um roteiro ambicioso. Criamos uma cultura de aliança, desenvolvendo Guias dos Aliados, especialmente para ensinar o que significa ser um aliado, para criar consciência das armadilhas comuns da aliança e para entender melhor o privilégio e a interseccionalidade. Esses guias estão disponíveis para todos os colaboradores da Equinix.

Faça parte de uma equipe global e colaborativa na Equinix.

Equinix está comprometida em construir uma cultura inclusiva na qual nossos colaboradores LGBTQ+ e todos os que apoiam a igualdade na orientação sexual e identidade de gênero sintam que estão seguros, fazem parte e são importantes.

Saiba mais
lgbtq-road-design

Comprometemo-nos a avaliar nosso progresso e participamos do Índice de Igualdade Corporativa da Human Rights Campaign, obtendo uma pontuação de 90 em nosso primeiro ano. O Índice da HRC é a “ferramenta de referência nacional em políticas, práticas e benefícios corporativos pertinentes a colaboradores lésbicas, gays, bissexuais, transgêneros e queer”. Planejamos participar novamente este ano visando uma pontuação de 100.

Como resultado da profunda parceria entre o RH e a PrideConnect, a Equinix agora oferece cobertura de saúde líder de mercado para pessoas LGBTQ+ e suas famílias e encontrou oportunidades de usar uma linguagem mais inclusiva e com menos gênero, incluindo opções para os colaboradores indicarem seus pronomes na intranet de nossa empresa fomentar o respeito mútuo e encorajar o pertencimento.

E temos o compromisso de hospedar eventos muito intencionais, comemorativos e esclarecedores, para nossos colaboradores. No ano passado, tivemos apenas duas semanas para realizar o PrideConnect, que deu início a um evento especial de 24 horas chamado WeConnect, que, em conjunto com nossos ECCNs, reuniu membros da comunidade Equinix para conversas corajosas, momentos de bem-estar, oportunidades de aprendizagem e celebração, terminando com uma performance de dança da “Miss Simpatia” da 12ª temporada de RuPaul’s Drag Race, Heidi N Closet. Nas palavras de um dos muitos participantes, “O WeConnect foi um dos melhores dias da minha carreira de 6 anos na Equinix … toda a vulnerabilidade, emoções, compartilhamento”. Já estamos planejando o evento deste ano.

Também realizamos um evento inaugural do Dia da Visibilidade Transgênero nesta primavera, em parceria com nossa rede de mulheres na liderança da Equinix. Além de um painel de colaboradores da Equinix e de nossas organizações parceiras, foi uma honra receber Dominique Jackson, atriz transgênero, autora e modelo como nossa palestrante convidada para uma sessão de perguntas e respostas sobre como ela teve sucesso em sua experiência, como podemos nos manifestar como aliados de colegas trans e não binários e o que significa ser importante.

E o compromisso da Equinix com a comunidade LGBTQ+ vai além de nossos esforços internos. Nós nos juntamos à  Business Coalition for the Equality Act(Coalizão Empresarial pela Lei da Igualdade) e estamos apoiando os esforços nacionais conclamando os líderes públicos a abandonar ou se opor aos esforços para promulgar leis discriminatórias e anti-LGBTQ+.

Todos esses esforços são parte de um compromisso da Equinix de estar a serviço uns dos outros e de criar uma cultura onde cada colaborador possa dizer com confiança: “Estou seguro, faço parte, sou importante”.

Com esse espírito, quero agradecer a uma de nossas colegas, Emma Hayden, técnica do IBX em Manchester e membro da PrideConnect, que, generosamente, compartilhou sua história conosco:

No início deste ano, fui convidada para ser uma das palestrantes do primeiro evento Dia da Visibilidade dos Transgênero da Equinix. Eu concordei em fazer isso, me surpreendendo no processo, pois sempre evitei tanta atenção. Foi a coisa mais assustadora que já fiz no trabalho. Então, por que concordei em fazer isso? O que foi tão diferente que achei uma boa ideia e o que me fez compartilhar isso aqui? A resposta é simples: na Equinix, sinto que faço parte.

Os motivos pelos quais me sinto assim. Como mulher trans, a experiência de trabalhar na Equinix tem motivos bons, variados e convincentes.

Em primeiro lugar, o tema da saúde sempre preocupa uma pessoa trans e na Equinix, o cuidado com a saúde é ótimo. É melhor do que em qualquer outro lugar que conheço no Reino Unido e isso é algo que outros colegas trans com quem conversei ao redor do mundo repetiram.

Além da saúde, há mais. Antes da transição, minha disforia de gênero estava me oprimindo; eu sabia que teria que ceder, como já havia ocorrido tantas vezes no passado, mas nunca achei que algo pudesse acontecer. No entanto, na Equinix, ao contrário de outros lugares em que trabalhei, senti que havia pessoas em quem eu poderia buscar apoio e um ambiente onde era possível trazer meu verdadeiro eu para o trabalho. Pude realizar meu processo de transição e definir o cronograma, fazendo a transição enquanto trabalhava na minha função. No final do processo, senti-me acolhida.

Pode parecer algo pequeno ter pronomes em nossos perfis online e ser encorajados a incluí-los em nossas assinaturas de e-mail, mas isso mostrou um apoio contínuo e crescente e me faz com que eu sinta que minha identidade é respeitada.

Desde a minha transição, tenho tido contato com colegas de trabalho em todo o mundo, de diferentes áreas e em diversos níveis da empresa. Tive uma experiência encorajadora e de apoio; as pessoas com quem trabalho são fabulosas. O fato é que, embora eu saiba que minha identidade de gênero é importante, no dia a dia, ela simplesmente deixou de ser uma questão. 

As coisas estão se desenvolvendo muito bem e temos o PrideConnect, que é um grande fórum para nós, pessoas LGBTQ+, compartilharmos e celebrarmos nossas experiências e dizer quem somos. Ele nos apoia, nos defende e realiza eventos para nos reunir.

Eu sei que era cética no início. Já tinha ouvido essas promessas em outros lugares. O que realmente faz com que isso pareça diferente, o que me faz acreditar, é que é um movimento desde os níveis mais altos da Equinix. Está sendo impulsionado por uma liderança que realmente acredita em tornar as coisas melhores e está atuando para que isso aconteça para todos. Os progressos são visíveis.

E é por isso que eu sei que posso ser eu mesma no trabalho. Independentemente da minha identidade ou orientação, sei que faço parte da Equinix.

Um compartilhamento incrível! Emma, obrigado por sua coragem, liderança e inspiração para todos nós. E obrigado aos membros de nossos EECNs, especialmente do PrideConnect, que estão ajudando a tornar possível que todos os colaboradores digam: “Estou seguro, faço parte, sou importante”.

Pode ser tentador descansar após essas realizações, mas sabemos que ainda não terminamos. Sabemos que há mais a ser feito. Para sentirmos orgulho contínuo do ambiente que estamos criando, sabemos que precisaremos ouvir e evoluir continuamente. Estamos comprometidos com esse crescimento em nossa jornada para nos tornarmos um empregador líder para a comunidade LGBTQ+.

Feliz Mês do Orgulho.

Karl Strohmeyer
Karl Strohmeyer Chief Customer and Revenue Officer at Equinix
Emma Hayden
Emma Hayden IBX Technician