Digital-First vs. Cloud-First

GXI Vol. 5 revela por que a cloudificação padrão dos negócios não é suficiente

Steve Madden
Digital-First vs. Cloud-First

Nos últimos dois anos, a pandemia obrigou as empresas a digitalizar os modelos de negócios, aumentando a demanda por serviços digitais. De acordo com a Equinix 2020-2021 Tech Trends Survey (GTTS), 47% dos tomadores de decisão de TI em todo o mundo informaram ter acelerado os planos de transformação digital devido à pandemia.

Líderes digitais em todo o mundo que estavam preparados para implementar estratégias digital-first fizeram, em questão de meses, o que poderia ter levado anos para ser alcançado em ambientes de negócios mais usuais – mesmo com a implementação de estratégias cloud-first. Na verdade, os líderes digitais de empresas e provedores de serviços que implementaram estratégias de prioridade digital estão agora avançando 4,5 vezes mais à frente em sua transformação, de acordo com o relatório do Global Interconnection Index (GXI) Volume 5, um estudo anual de mercado publicado pela Equinix.

Remodele sua empresa para tornar-se digital-first

Dê um salto ousado com base na fonte de tendências e dados sobre interconexão da indústria.

Confira o GXI Volume 5
gxivol5

Por que a cloudificação padrão dos negócios não é suficiente

Uma estratégia de cloud-first concentra-se na transformação da tecnologia que atende aos processos de negócios existentes. Embora seja um passo importante, uma estratégia cloud-first não é suficiente para competir e liderar em um mundo digital.

Uma estratégia digital-first usa a tecnologia para transformar os processos de negócios. As linhas de negócios digitais e estratégias tecnológicas se cruzam para fechar as lacunas de desempenho da organização, expandir oportunidades e obter retornos substanciais sobre os esforços de transformação digital. Esteja uma empresa comprometida em permanecer na liderança ou lutar pela sobrevivência no mercado, todos precisam avançar de uma estratégia cloud-first para uma estratégia digital-first, agora mesmo.

O GXI Vol. 5 revela como organizações estão desenvolvendo suas estratégias digital-first

De acordo com o GXI, a economia digital continua a impulsionar a velocidade de interconexão mundial,[i] que deve crescer a uma taxa composta de crescimento anual (CAGR) de 44% até 2024, ou 4x o total global de 2020. De fato, prevê-se que a velocidade de interconexão será 15x maior que a internet!

Como a principal fonte de dados e informações sobre o crescimento da capacidade de velocidade de interconexão da indústria, o GXI Vol. 5 mostra como empresas e provedores de serviços estão usando velocidade de interconexão e infraestrutura distribuída para moldar e dimensionar a economia digital global.

Três macrotendências estão impulsionando uma estratégia digital-first

O GXI Vol. 5 explica as macrotendências que moldam a transformação digital e descreve as estratégias que os líderes digitais estão seguindo para se tornarem digital-first. Isso inclui detalhes – por setor e região – sobre o tamanho e a taxa de crescimento da atividade de implantação digital que podem subsidiar a estratégia digital-first de qualquer organização.

As três macrotendências a seguir são refletidas nos dados e nas estratégias observadas dos líderes digitais:

  • Viabilização dos serviços digitais: O GXI mostra que a taxa de adoção de multicloud e multirregional triplicou nos últimos dois anos, à medida que empresas expandiram as dimensões do core digital.
  • Expansão da participação digital: O GXI revela que SaaS é hoje o maior item da linha de gastos de TI, à medida que as empresas se movem para alternativas públicas e privadas de aaS.
  • Alcançando a proximidade digital: Segundo o GXI, os líderes digitais mais do que dobraram sua taxa de expansão de digital edge nos últimos anos.

Uma estratégia digital-first requer uma infraestrutura digital

Uma estratégia digital-first incorpora três componentes-chave da infraestrutura digital para o sucesso: digital core, ecossistemas digitais e digital edge.

  • O digital core é onde as organizações estabelecem a base para suas plataformas digitais. O GXI mostra que o digital core abrange 20% dos locais globais, com 70% da capacidade de velocidade de interconexão e infraestrutura digital.
  • Ecossistemas digitais são onde as organizações participam da economia digital. Segundo o GXI, globalmente, os Provedores de Serviços se interconectam, em média, com mais de 100 parceiros distintos.
  • A digital edge, onde a presença digital de uma organização encontra o mundo físico, permitindo a proximidade local com clientes, funcionários, terminais e operações inteligentes. O GXI mostra que a digital edge abrange 80% dos locais globais com ~30% das implantações de infraestrutura e velocidade de interconexão.

Finalmente, a infraestrutura digital requer Interconnection Oriented Architecture® (IOA®), que remove a distância entre as coisas conectadas e interconecta diretamente os serviços nas proximidades para otimizar a troca de tráfego bidirecional – uploads e downloads.

Provedores de Serviços abrem o caminho para a transformação digital corporativa

A previsão do GXI revela que, no geral, os Provedores de Serviços consumirão 64% da velocidade global de interconexão (13.794 Tbps) até 2024, sendo que os Provedores de Serviços de Rede, sozinhos, representam 32% do mix global. O benchmarking de implantação mostra uma robusta expansão até a edge dos provedores de serviços – quase o dobro do crescimento do core – à medida que também ajudaram as empresas a se expandir até a edge (CAGR de 57%).

Ecossistema de Serviços Financeiros lidera crescimento global da velocidade de interconexão das empresas

Prevê-se que os Serviços Financeiros representem mais de 50% da velocidade de interconexão das empresas ou 18% da capacidade global devido ao aumento do comércio eletrônico global e dos pagamentos digitais durante a pandemia. Estima-se que a indústria da transformação se torne a maior líder em serviços não financeiros, à medida que avança rapidamente para digitalizar os modelos de negócios da cadeia de suprimentos e logística.

As regiões das Américas, Ásia-Pacífico e EMEA mostram métricas de crescimento e maturidade distintas

O GXI Vol. 5 apresenta o crescimento anual previsto de cinco anos da velocidade de interconexão por região, em mercados estratégicos do core e da edge, verticais do setor e o mix parceiros de negócios, clouds e redes. Esses dados apresentam uma visão diversificada das tendências regionais, detalhadas nos blogs regionais associados do GXI:

  • As Américas representam a maior região em termos globais, contribuindo com 47% da velocidade de interconexão, e se espera que cresça com uma taxa composta de crescimento anual de 43%, alcançando 10.156+ Tbps até 2024.
  • Espera-se que a região da Ásia-Pacífico (APAC) cresça com uma taxa composta de crescimento anual de 46% até 2024, representando 28% da velocidade global de interconexão.
  • Estima-se que a região da Europa, Oriente Médio e África (EMEA) cresça a uma taxa composta de crescimento anual de 46% até 2024, contribuindo com 5.327 Tbps para representar 25% da velocidade global de interconexão.

Líderes digitais que deram o salto

Os seguintes líderes de Enterprise e Provedores de Serviços deram o salto para avançar suas estratégias digitais, antes ou durante a atual pandemia, e obtiveram os seguintes resultados:

. Esteja uma empresa comprometida em permanecer na liderança ou lutar pela sobrevivência no mercado, todos precisam avançar de uma estratégia cloud-first para uma estratégia digital-first, agora mesmo."

CDW: O provedor de serviços gerenciado CDW tem sido uma salvação para muitas empresas na Plataforma Equinix®. A CDW entende os desafios dos trabalhadores remotos porque eles colocam a infraestrutura em prática para apoiar seus funcionários em home office e os funcionários de seus clientes globais. E estão fazendo isso com sucesso na plataforma Equinix, trabalhando em estreita colaboração com a Cisco®, outro importante parceiro da Equinix.

Catchpoint: A plataforma Catchpoint Digital Experience Monitoring fornece rapidamente às equipes de Operações de TI e DevOps uma visão detalhadas sobre os problemas modernos de desempenho de aplicativos antes que eles impactem a experiência de um usuário. Além da Catchpoint ser cliente da Equinix Metal™, a Equipe de Metal da Equinix utiliza o Catchpoint e os dados que fornece como uma ferramenta para ajudar nossos clientes a aprender e entender melhor como a internet funciona.

“Estamos no terceiro ato da internet, em que a proximidade e a baixa latência dão início a uma nova onda de inovação. Como Equinix Customer de longa data, aproveitamos a infraestrutura em muitos data centers ao redor do mundo para oferecer recursos holísticos e proativos de monitoramento da experiência digital para nossos clientes globais. Usando insights fundamentais do Catchpoint, nossos clientes monitoram e otimizam proativamente as experiências digitais de bilhões de consumidores e colaboradores em todo o mundo. O Equinix Metal reduz as barreiras para entrarmos em novos locais, democratizando o acesso à edge e mostra a visão de plataforma em expansão da Equinix. Estamos integrados e planejamos implantações em todos os 18 novos locais do Equinix Metal”. - Mehdi Daoudi, Cofundador e CEO, Catchpoint

Faça o salto do cloud-first para o digital-first

A hora de dar um salto ousado para uma estratégia digital-first é agora. O GXI apresenta insights convincentes sobre por que os líderes digitais de Enterprise e Provedores de Serviços em todos os setores e em vários mercados estratégicos precisam elevar suas estratégias de cloud-first para digital-first. Empresas e Provedores de Serviços em qualquer indústria ou estágio de maturidade digital podem aplicar as informações e orientações compartilhadas no GXI para iniciar ou acelerar sua própria jornada digital, ao:

  • Obter uma visão valiosa das macrotendências e dos principais benchmarks que moldam a transformação digital globalmente, incluindo o crescimento da velocidade de interconexão em todo o setor.
  • Avaliar o que parece ser um negócio digital-first baseado nas estratégias observadas e na implantação de dados de benchmark de líderes digitais na plataforma Equinix para que eles possam mapear e acelerar suas próprias estratégias.
  • Entender como projetar infraestrutura digital para resolver para a combinação de núcleo digital, ecossistemas digitais e a edge digital para que seus negócios possam abalar o status quo, não serem abalados.

[i] Interconnection bandwidth is a measure, calculated in bits/sec, of the capacity provisioned to privately and directly exchange traffic between two parties, inside carrier-neutral colocation data centers.

Steve Madden
Steve Madden Vice President, Global Segment Marketing